ANC realizará consulta interna sobre convocatória de um referendo de independência

ASSEMBLEA-CAT (def) BULO.indd

ASSEMBLEA-CAT (def) BULO.indd

A última semana representou um ponto de inflexão no processo de independência ora em curso na Catalunha. No Parlamento catalão evidenciou-se a quebra do acordo de governabilidade entre os partidos soberanistas, pactuado em janeiro 2016.

Desta forma, a Assembleia Nacional Catalã entende que a folha de rota definida após as eleições de 27 de setembro ficou gravemente comprometida.A ANC propõe avançar na convocatória de um referendo de independência, como a forma mais democrática, legítima e eficaz de proclamar a República catalã.

Para tanto, o Secretariado Nacional da ANC realizará uma consulta interna, antes de 3 de Julho, para a qual estão convocados todos os seus sócios de pleno direito. A votação poderá ser realizada presencialmente ou eletronicamente. A pergunta acordada é: Quer que a ANC exija às instituições catalãs que convoquem o povo da Catalunha a um referendo pelo direito a DECIDIR sobre a independência?

Se a resposta à pergunta for sim, a ANC exigirá ao Governo e ao Parlamento da Catalunha a celebração de um referendo com uma pergunta clara sobre a independência. De modo que os cidadãos possam decidir seu próprio futuro político. De acordo com esta proposta, o resultado do referendo, em caso de vitória do Sim, deve implicar na declaração imediata da independência.

Nesta seara, a ANC conclama a sociedade civil e as entidades sociais soberanistas a liderar mais uma vez o movimento cívico e democrático com vista à consecução da República catalã. E exige aos partidos políticos as atuações necessárias para superar suas diferenças e culminar o processo soberanista.